Uncategorized

Como a grande mídia está arruinando o debate

A jornalista americana Amy Goodman, uma das veteranas mais respeitadas do mercado, explica em vídeo como a mídia americana está arruinando a eleição para presidente nos Estados Unidos.

O discurso de Goodman oferece signos e símbolos para que entendamos como e por que a grande mídia brasileira, encabeçada pela Globo, faz o que faz com o debate político por aqui.

Para ilustrar o que diz ela cita estudo do Tyndall Center a respeito da cobertura da mídia em 2015. De acordo com o estudo, o lunático Donald Trump teve 23 vezes mais espaço na mídia do que, por exemplo, Bernie Sanders.

O programa ABC World News Tonight, exibido por uma das TVs abertas que lideram o mercado, teve 81 minutos de Trump contra 20 segundos de Sanders.

A essa altura todos já sabem como Sanders se tornou popular, como seus comícios reúnem cada vez mais pessoas e jovens e como se trata do único candidato dizendo coisas diferentes e se opondo ao establishment. “Sanders está constrangendo a mídia”, diz Goodman.

“Em março ele arrecadou 44 milhões de dólares para sua campanha, e Clinton arrecadou 29 milhões [no mesmo período]”. Ela segue explicando que nunca se arrecadou 44 milhões em um mês antes, que Sanders está quebrando todos os recordes e que ainda assim não tem espaço na mídia.

Goodman pergunta como estaria a campanha de Sanders se ele tivesse a mesma cobertura dos demais candidatos. Trata-se da velha história: tão importante quanto entender por que a mídia está nos mostrando aquilo é refletir a respeito do por que a mesma mídia não está nos mostrando aquele outro. Que interesses estariam por trás da omissão?

“É o véu da distorção e da mentira e da representatividade torta e da meia-verdade que visa esconder a realidade”. Goodman conclui dizendo que precisamos de uma imprensa que cubra o poder e os poderosos, e não de uma que cubra para o poder e para os poderosos.

A reflexão vale para a nossa imprensa também.

Veja aqui o vídeo completo.

Um pensamento sobre “Como a grande mídia está arruinando o debate

  1. É incrível como Sanders está sendo acachapado pela mídia americana. Mas há uma diferença nítida de comportamento do eleitorado americano e do eleitorado brasileiro. Lá o povão abre o olho e desconfia do discurso da mídia. Aqui o povão se deixa levar por qualquer meia verdade. Poucos notam o viés pejorativo que as matérias e textos reservam para os desafetos da grande mídia. Em parte, é por isso que a mídia deita e rola por aqui. Sanders, mesmo sem o apoio da mídia americana, obteve o respeito de boa parte do eleitorado, especialmente os jovens. Esse grupo está visivelmente deslumbrado com o engajamento socialista do senador. Aliás, a palavra socialismo representa para o americano médio um entulho pós guerra fria a ser esquecido pelo mundo mas os jovens americanos não pensam bem assim. Há entre eles um quê de curiosidade e anarquia para tentar entender os princípios desse tal socialismo, explicados através do refinado filtro cultural do Sr. Sanders. Que beleza de democracia. E por aqui o discurso se resume a soco, porrada, bala e bíblia. É o triunfo da ignomínia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s